X
Menu
X

Como se cura a pulpite?

Como se cura a pulpite?

Existem dois tipos de pulpites: a transitória e a necrosada. Para as duas existem tratamento e, consequentemente, a cura da dor que essa doença traz à sua boca. Você já conhece a estrutura do seu dente? Veja essa imagem

Esquema de um dente

 Percebe que existem vasos sanguíneos dentro da polpa? E são eles que causam a pulpite quando são agredidos. O dente é um órgão como outro qualquer no nosso organismo, ele possui um sistema nervoso central que ao contato com qualquer agente infeccioso se expande e dentro dele acontece uma vasodilatação, essa vasodilatação é tratada com anti-inflamatórios.

Quando essa vasodilatação não é tratada, logo pode ocorrer a morte da polpa, chamamos de necrose pulpar. É quando a polpa sem alimento e oxigênio vai se degenerando e acaba necrosando.

Essa doença causa desconforto em contato com o alimento quente ou frio, dores de cabeça e no dente. Se não for tratada corretamente pode causar a perda da dentição.

Como tratar um dente com pulpite?

Primeiramente você precisa procurar um endodontista, esse profissional é especializado no estudo da polpa dentária e, sendo especialista, ele pode tratar aos primeiros sintomas.

A cárie é um dos fatores que causam a pulpite. Se caso o paciente está com uma carie mais profunda, é necessário fazer canal. Sim, muitas pessoas têm pavor da broca, daquele aparelho que faz o barulho irritante, e por conta disso não vão fazer check-up semestral ou não vão quando estão com dores, deixando piorar, causando mais problemas na dentição.

Fora isso, pessoas com bruxismo, abrasão, atrição e erosão podem apresentar pulpismo. Cada caso é um caso, é preciso verificar a causa e tratar. Com a medicação correta o dente volta a ser saudável. Caso ocorra a necrose, existem mecanismos para restauração do dente.

Para manter a sua boca saudável é necessário ter uma alimentação saudável, uma boa escovação e consultar periodicamente seu dentista.

Share
Faça sua pergunta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *