X
Menu
X

Dentes escurecidos ou amarelados

Problemas com Dentes escurecidos ou amarelados

Alguns pacientes já nascem com dentes naturalmente mais amarelados ou manchados, outros mancham os dentes ao longo da vida. Sabe por quê?

A superfície dos dentes é permeável a algumas substâncias, como alimentos pigmentados e corantes, bebidas como café, refrigerantes a base de cola, vinhos e sucos de uva podem manchar os dentes de acordo com a frequência de consumo. Além do cigarro  que também torna os dentes amarelados.

Traumas, excesso de antibióticos e má formação do esmalte e dentina são outras explicações para manchas e dentes amarelados.

Agora vamos ao que interessa: o clareamento

Para clarear dentes pode ser necessária apenas uma limpeza em consultório ou uso cremes dentais com ação clareadora. Mas algumas manchas necessitam uso de materiais clareadores específicos e outras são tão impregnadas na estrutura dental que somente uma faceta ou coroa poderá solucionar o problema.

O clareamento dental em dentes sadios que foram manchados por alimentos, cigarro ou por envelhecimento natural pode ser realizado em consultório ou em casa. No consultório, o dentista realiza a limpeza dos dentes, coloca um material protetor para as gengivas, aplica o gel clareador e aciona uma luz que potencializa o efeito do gel. Dura de 30 minutos à 1 hora e pode ser necessária uma única sessão ou várias dependendo do grau de escurecimento ou da cor que se deseja alcançar. Já o clareamento caseiro é feito com auxílio de moldeiras confeccionadas para o paciente a partir da moldagem de sua própria arcada e que comporta o gel clareador. O paciente utiliza o gel na moldeira na quantidade determinada, durante algumas horas prescritas pelo dentista. O tratamento dura de alguns dias a algumas semanas e deve ser acompanhada pelo dentista.

Dentes que sofreram trauma ou dentes que escureceram após tratamento endodôntico podem escurecer em tons de marrom ou cinza e o sucesso do clareamento dependerá da intensidade do escurecimento. Deve-se ressaltar que, nesses casos, a volta do problema após o tratamento é mais comum, pois o dente nessas condições costuma ser mais frágil. Pode-se fazer o mesmo processo do clareamento em consultório somente no dente afetado. Existe ainda uma técnica de clareamento interno que costuma ser mais eficaz nesses casos. O dente é aberto pelo dentista, e é inserido o material clareador e depois fechado por alguns dias e acompanhado; ele deve ser previamente preparado com o chamado tampão cervical para impedir a comunicação dos produtos de oxidação dos agentes clareadores com os seus  tecidos de sustentação e proteção (ossos e gengiva).

Alguns tipos de manchas marrons ou acinzentadas causadas pela má formação congênita, excesso de ingestão de flúor na época da formação dos dentes ou abuso da tetraciclina, podem não clarear ou não clarear uniformemente. Pode ser necessário um tratamento abrasivo para tentar eliminar manchas mais superficiais ou, em casos mais severos, para a confecção de facetas e coroas.

Alguns problemas contraindicam o procedimento, como doença periodontal, sensibilidade dentinária, raiz exposta e alergia ao produto. Se você estiver grávida ou amamentando, por exemplo, é aconselhável aguardar o término do período, mesmo que não tenha nenhum desses problemas pode ser que apresente sensibilidade dentinária que varia de leve a intensa. Em alguns casos pode ser controlada com o uso de flúor e materiais específicos, podendo até cessar espontaneamente.

Converse com seu dentista. Pessoas que possuem muitas restaurações em resina e ou coroas não devem fazer o clareamento porque esses materiais não respondem ao tratamento e os dentes poderão ficar com cores diferentes. A não ser que se planeje trocar essas restaurações após o tratamento.

Os resultados geralmente se mantêm por cerca de 5 anos. Alguns estudos mostram que mesmo escurecendo, os dentes não voltam mais à cor original mantendo-se levemente mais brancos. Mas tudo isso vai depender da mudança de hábitos evitando alimentos que manchem os dentes e higienizando adequadamente.

Áreas odontológicas relacionadas:

As especialidades odontológicas mais indicadas para o tratamento de dentes amarelados ou escurecidos são a Dentística e a Endodontia.

Share
Faça sua pergunta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *