X
Menu
X

Dor orofacial

dor-orofacial-dor-de-dente-dor-na-mandibulaA dor orofacial atinge os tecidos da cabeça, da face, do pescoço e da cavidade oral, dentes e a articulação temporomandibular. Por isso costuma-se sentir dores de cabeça, dores musculoesqueléticas, dores originadas no sistema nervoso, dores psicogênicas, podendo até aparecer doenças graves. A disfunção temporo-mandibular pode estar associada na maioria das vezes. Normalmente vêm em ciclos de dor alternados com períodos de remissão.

Diagnosticando a Dor orofacial

Devido ao acometimento de muitos tecidos e diferentes partes do corpo, o diagnóstico muitas vezes pode ser difícil. O dentista deve fazer uma consulta longa pesquisando sobre a historia medica e dentária do paciente. A intensidade e o tipo da dor devem ser bem detalhados, porque cada tipo pode estar relacionado a um problema diferente e pode direcionar a um tratamento proposto. São realizados exames radiográficos e complementares para ajudar no diagnóstico, além de palpações na face e na mandíbula. Muitas vezes a dor irradia para outras regiões dificultando o diagnóstico. Uma neuralgia do trigêmio (principal nervo sensitivo e motor da cabeça), por exemplo, pode causar dores fortes nos dentes e levar o dentista a tratar o canal de todos os dentes da região ou extraí-los sem que a dor seja extinguida. Por isso, quando a dor de dente estiver presente, o teste de vitalidade é imperativo.

Quando o diagnóstico é feito o tratamento deve ser realizado por uma equipe médica constituída por dentistas, médicos, psicólogos e fisioterapeutas que utilizam medicamentos específicos e técnicas de relaxamento e alívio do estresse a fim de solucionar a dor.

Áreas odontológicas relacionadas:

A especialidade odontológica mais indicada para o diagnóstico e tratamento da dor orofacial é  a Disfunção Têmporomandibular e Dor Orofacial.

{backbutton}

Share
Faça sua pergunta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *