X
Menu
X

Clareamento

Clareamento-Siga

Vantagens do Clareamento Dental;

  • Realizado numa sessão de aproximadamente 1 hora.
  • O paciente já sai com seus dentes claros. (Alguns casos podem necessitar mais de uma sessão.
  • O paciente não precisa usar moldeira à noite.
  • Não deixa seus dentes sensíveis, e se houver sensibilidade, a duração é de apenas 24 horas após o procedimento.

Clareamento Dental a Laser - Siga Ortodontia e Implantes - Brasília - DF

Clareamento Whitening Lase II da DMC

Existem vários aparelhos para clareamento dental comercializados atualmente, porém nem todos com tecnologia suficiente para reduzir o tempo de exposição do dente ao ácido clareador e ao laser. Alguns nem tecnologia a laser possuem. Ou seja , dependendo do equipamento utilizado seu clareamento pode ser mais demorado e mais doloroso. A Siga Odontologia utiliza o que há de mais moderno para realizar um clareamento rápido e seguro. O Whitening Lase II da DMC, um dos mais modernos equipamentos com laser infravermelho com um revolucionário sistema de emissão de luz composta que une as duas técnicas utilizadas em termos mundiais.

Clareamento Dental a laserA luz composta gerada é fria, o que protege o dente de hipersensibilidade após o procedimento, além de controlar a sensibilidade após o clareamento, possui funções terapêuticas e de bioestimulação, nas quais incluem: alívio da dor pelo efeito de analgesia, reparação do tecido pelo efeito bioestimulador celular e redução de edema e do vermelhidão pelo efeito antiinflamatório e normalizador circulatório.

Procedimento

Utilização do Whitening Lase II, da DMC, um dos mais modernos equipamentos com laser infravermelho que, além de controlar a sensibilidade após o clareamento, possui funções terapêuticas e de bioestimulação nas quais incluem:

  • Analgesia para alívio da dor;
  • Bioestimulador celular para reparação do tecido;
  • Anti-inflamatório para redução de edema e vermelhidão na pele;
  • Normalizador circulatório.

Dicas sobre clareamento

Clareamento dental pode ser feito de duas maneiras, caseiro ou em consultório com equipamento que emite feixes de luzes e um laser, ou ainda uma combinação entre eles conforme a necessidade do paciente. Cada um tem uma indicação específica e deve sempre ser feito com o acompanhamento de um dentista.

Como e feito o clareamento caseiro?

Em uma consulta, com duração média de 30 minutos, o dentista especializado faz uma moldagem das suas arcadas superior/inferior, encaminha à um laboratório para confecção das moldeiras. No prazo de 3 a 7 dias o paciente retorna e o dentista lhe entrega um kit clareador juntamente com as moldeiras e algumas instruções de uso que deverão ser seguidas a risca. A realização deste tipo de clareamento dura em torno de 15 a 25 dias, dependendo da pigmentação dos dentes e da colaboração do paciente em seguir todas as orientações.

Como é feito o clareamento a laser?

Neste tipo de clareamento pode ser necessário de uma até três consultas, dependendo da pigmentação dos dentes e da expectativa estética do paciente, e cada seção tem duração média de 1 hora. O dentista usa um equipamento que emite feixes de luze laser que ativa e acelera um gel clareador, previamente colocado sobre a superfície dos dentes. Esta técnica, se comparada ao clareamento caseiro, é mais rápida, mais confortável e mais eficiente, já que não depende da colaboração do paciente.

Dicas para manter o clareamento e a saúde oral

  1. O uso de canudinho para ingestão de líquidos que possuem muito corante (café, suco de uva, chá, etc.) é uma boa dica para proteção dos dentes uma vez que empurra o líquido diretamente para a garganta. Minutos depois de ingerir alguma dessas bebidas faça um bochecho com água. Isso vai ajudar a eliminar substâncias ácidas que escurecem e prejudicam seus dentes. Aproximadamente meia hora depois a escovação termina o serviço.
  2. Mastigar frutas ou legumes crus, como maçãs e cenouras, aumenta a produção de saliva. Isto ajuda a combater as bactérias e funcionam como abrasivos naturais.
  3. Aumente a ingestão de vitamina C. Ela auxilia a união entre as células dos tecidos e, assim como é fundamental para a sua pele, é importante para a saúde do tecido gengival. Segundo um estudo realizado pela Universidade Estadual de Nova York, em Buffalo, pessoas que consumiram menos de 60 mg por dia de Vitamina C foram 25% mais propensas a ter a doença periodontal do que as pessoas que tomaram em 180 mg ou mais. O estudo analisou mais de 12.000 adultos norte-americanos.
  4. Aumente o consumo de cálcio. Da mesma maneira que ele contribui para manutenção dos ossos fortes, ele também é necessário para proteger os seus dentes brancos e brilhantes. As pessoas que recebem pelo menos 800 mg por dia são menos propensas a desenvolver doença gengival grave, diz um estudo realizado por pesquisadores de Buffalo. Cerca de 99% do cálcio em seu corpo está em seus ossos e dentes. Alimentos como queijo, leite e laticínios e iogurte, onde o cálcio está presente, reforçam o osso alveolar na mandíbula, o que ajuda a manter os dentes no lugar. A quantidade recomendada é de 1.000 mg por dia para mulheres com menos de 51 e 1200 mg para os mais velhos.
  5. Evitar carboidratos fora das três refeições principais. Os carboidratos se transformam em açúcares simples que são, em última análise, convertidos por bactérias na boca em placa, um resíduo pegajoso que é o gatilho primário de doenças da gengiva e cáries.
  6. Em algumas situações, para se conseguir uma excelente estética, a dica é investir nas lentes de contato para os dentes. Superfinas feitas de porcelana, as lentes de contatos para os dentes são indicadas para aumentar o tamanho dos dentes, corrigir imperfeições, manchas leves, lascas, e fraturas de pacientes. A principal vantagem desse método, que pode durar até 20 anos, é evitar o desgaste do esmalte natural do dente da pessoa, ao contrário do que fazem as facetas comuns.
  7. Evite a gengivite. A doença é facilmente prevenida com escovação, fio dental e visitas regulares ao dentista. A escovação é um método mecânico que limpa as superfícies livres. Mas como a evolução da doença normalmente ocorre entre os dentes, fio ou fita dental, escovas interproximais são muito importantes neste caso. Mesmo com tudo isso, visitas periódicas ao dentista são primordiais para manutenção da saúde periodontal.
  8. A escolha de uma boa escova é tão importante quanto escovar corretamente os dentes. Os fatores a serem observados no momento da escolha são: a textura e a qualidade das cerdas (macia ou extra macia), o tamanho e formato da cabeça da escova (quanto mais delicada melhor).

Agende sua Consulta

conjunto-nacional patio-brasil

Dicas Siga

dicas