X
Menu
X

Medo de dentista? Saiba como resolver esse problema

Medo de dentista?Muitas pessoas possuem odontofobia, que nada mais é que medo de ir ao dentista. Seja por algum trauma ou qualquer outro problema, essa fobia é muito mais comum do que você imagina.

Uma pesquisa publicada na revista Community Dentistryand Oral Epidemiology fez uma análise sobre o impacto da odontofobia na saúde bucal. Pessoas que possuem essa fobia apresentam mais incidência de cáries, placas de tártaro, patologias gengivais, perda de dentes e abscessos muito superior à média. Hoje daremos dicas de como ficar mais confortável no consultório dentário.

Saiba como resolver o problema de Medo de Dentistas

Primeiramente é necessário escolher um dentista que você tenha afinidade e que você confie. Esse primeiro passo é muito importante, sentindo segurança o procedimento transcorrerá melhor.

Falar sobre seus medos para o dentista já na primeira consulta é importante, assim o profissional saberá lidar com eles. Se caso a conversa não ajudar, é bom procurar um psicólogo. Não tenha vergonha de falar sobre isso, assim tratando esse medo o tratamento odontológico poderá ser mais facilmente resolvido.

Tenha um canal aberto com seu dentista. Converse com ele sobre os procedimentos que irá realizar. Saiba passo a passo o que ele precisará fazer, desde os instrumentos até a anestesia e como será executado o trabalho.

Uma coisa importante é não ficar remoendo o dia da sua consulta. Quanto mais perto vai chegando o dia, mais ansioso o paciente fica. Isso causa mais pavor. Portanto relaxe, consuma comidas leves, se distraia. Escute uma música, vá assistir a um filme, coloque audiobook para escutar, pense em maneiras de te deixar mais relaxado para a consulta.

A ida frequente ao consultório pode parecer um martírio, porém pense no benefício prolongado que terá. Duas consultas anuais conseguem prevenir cáries, tártaros, gengivites, e caso tenha algum indício de infecção, quanto mais cedo for descoberto o problema, melhor o prognóstico do caso.

Share
Faça sua pergunta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *