X
Menu
X

Piercing bucal: conheça os riscos

Nos tempos modernos, entre diversos itens que despertam a vaidade de jovens e adolescentes existem um que se destaca o “piercing oral”, instalado principalmente entre os lábios, bochechas e língua. Associados a esta vaidade surgem os eventuais riscos que são nocivos a saúde e podem provocar grandes problemas, entre eles os mais comuns são as traumas dentais (trincas e fraturas nos dentes), periodontopatias (inflamações e feridas na gengiva). Além desses ainda podem ocorrer:

  • Dificuldade de fala e mastigação;
  • Infecção por instrumentos não esterilizados;
  • Perda do paladar;
  • Morte do nervo do dente devido ao trauma de morder o piercing;
  • Risco de transmissão de hepatite B, HIV (AIDS), tétano, sifílis e tuberculose;
  • Danos a veias e nervos superficiais;
  • Crescimento tecidual localizado;
  • Formação de cálculo sobre o piercing;
  • Alergias com materiais inadequados;
  • Mau-hálito.

É de total importância a escolha do local e do profissional que trabalham nesta área  que sigam os padrões de biossegurança e que sejam devidamente inscritos na secretária de saúde, com o alvará e a licença de funcionamento atualizados. Também é importante lembrar que a escolha da região a ser perfurada deve ser criteriosa uma vez que existem locais menos agressivos do que a mucosa bucal. A observação em relação a higienização do ambiente são de total importância, tais como:

  • O uso de agulhas descartáveis;
  • A esterilização em auto-clave dos instrumentais utilizados como: Pinças, Tesouras, Penington e alicates;
  • A limpeza do ambiente e a higiene do profissional principalmente no uso de luvas descartáveis;

Alguns estudos afirmam que quanto mais tempo o usuário ficar com a joia na boca, maior a chance de contrair doenças. A escolha da jóia também é de grande importância uma vez que a má qualidade do material que a peça é feita mais problemas o usuário terá.

É válido lembrar que estes adereço são muito bonitos, estiga a vaidade, porém são completamente nocivos a sua saúde bucal. Uma das orientações atuais é o uso, como substituição do piercing bucal é o piercing dental, pode ser um cristal ou uma joia de ouro ou pedra preciosa, colada ao dente com o uso de resina, que não danifica nem desgasta o esmalte, não necessita uso de anestésico, e pode ser removido sem nenhum dano ao dente quando não houver mais interesse.

Piercing Lingual  Piercing Lingual                                    Fratura Fratura

 

Piercing Dental Piercing Dental

A Siga Odontologia visa o bem estar de todos os que procuram seus serviços, flexibilizando horários, disponibilizando profissionais especialistas em todas as áreas da odontologia e com três unidades de grande porte para melhor atendê-lo.

Share
Faça sua pergunta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *