X
Menu
X

Quais as diferenças entre facetas e lentes de contato dental?

faceta dentária

Os dentistas estão sendo cada vez mais procurados não apenas para prevenir e cuidar de problemas que afetam a saúde bucal, mas também para fazer procedimentos que contribuem para melhorar a aparência dos dentes e a autoestima dos pacientes.

Dois recursos muito empregados com esse foco são as facetas dentárias e as lentes de contato dental. Para você ter uma noção de como elas podem ajudá-lo a ter um sorriso mais bonito, vamos mostrar as principais características delas.

Facetas

As facetas dentárias consistem em próteses de porcelanas finas. Elas são coladas na frente dos dentes para dar uma aparência mais natural e atraente. O objetivo é corrigir dentes desgastados, desiguais, desalinhados, trincados ou com espaçamento anormal.

A resina e a porcelana são os materiais mais utilizados na fabricação das facetas. Elas são coladas aos dentes com cimento resinoso. Embora seja um material frágil, a porcelana, colada firmemente ao dente, acaba tornando-se muito forte e durável.

Limpeza

Uma pequena quantidade de superfície do dente é removida, para que sejam coladas as lâminas pelo dentista. Depois disso, ele tira o molde do dente e o encaminha para um laboratório fazer a prótese. A faceta deve ser feita para caber perfeitamente no dente e na boca.

O processo de limpeza das facetas é idêntico ao dos dentes. Escovação duas vezes por dia com creme dental com flúor e o uso do fio dental são essenciais para eliminar os restos de alimentos e a placa bacteriana, responsável por causar a cárie e problemas na gengiva.

Lentes de contato

Corrigir imperfeições, manchas leves, lascas e fraturas dos pacientes é o principal benefício das lentes de contato dental. Com vida útil de até 20 anos, esse recurso possibilita evitar o desgaste do esmalte natural, o que não acontece com as facetas comuns.

As facetas possuem, pelo menos, 1 mm. Já a lente possui de 0,2 mm a 0,4 mm de espessura. Além disso, pode contribuir para os interessados em aumentar o tamanho dos dentes e até o espaço entre eles.

A inserção da lente é realizada após a confecção de um molde com a aprovação do paciente. Em apenas uma sessão, o material é inserido. Inicialmente, é passado um ácido no dente para deixá-lo poroso. Em seguida, são colocados um cimento adesivo e o silano, produto químico formado por silício e hidrogênio que coloca o cimento na porcelana.

Manutenção

Na avaliação de especialistas, a lente de contato dental não é recomendada para os que rangem os dentes e têm o costume de roer as unhas ou morder objetos, como pontas de caneta. Nesses casos, as facetas têm melhores resultados por serem mais grossas.

No próprio consultório, é feita a manutenção da lente durante as consultas de rotina. O recomendado é ir ao dentista a cada seis meses no começo do tratamento. Depois, as consultas podem ser feitas anualmente. É muito importante ter um bom diálogo com dentista para que todos os procedimentos sejam feitos da melhor forma possível.

Share