A palavra “odontologia” é de origem grega, com a junção das palavras “odous” mais “logos”, que significam respectivamente “dente” e “estudo”.

É a ciência que estuda e trata as doenças relacionadas ao aparelho estomatognático (face, cavidade bucal e pescoço).

É uma área de saúde que desperta muita curiosidade em relação aos novos procedimentos em virtude dos avanços tecnológicos, principalmente quando se trata de estética e tratamentos.

Esse espaço foi criado para compartilhar dicas, orientações e novidades na área da Odontologia Clínica, Odontologia Estética e Protética.

Como e quando devo higienizar a boca do meu filho?

Higienize a boca do bebê desde seu primeiro dia de vida. Hábitos saudáveis aprendidos nos primeiros meses de vida serão levados para a vida adulta. Faça a limpeza da boca com uma gaze ou a ponta de uma fralda embebida em água filtrada. Com o aparecimento do primeiro dente na boca, comece a fazer a escovação com uma escova de cerdas macias e arredondadas e cabeça pequena. O uso do fio dental também é muito importante.

A criança deve escovar os dentes com a mesma freqüência de um adulto, ou seja, 3 a 4 vezes ao dia ou após as refeições. Os pais devem dar um bom exemplo e tornar o momento divertido e interessante, ensinando-os sobre a importância da higiene e deixando-os realizar a escovação tão logo eles manifestem esse desejo, no entanto, sem deixar de supervisionar e complementar a escovação. Com isso as crianças vão ganhando destreza e habilidade para escovar os dentes sozinhos. É aconselhável que os pais realizem a escovação que precede a hora de dormir porque ocorre uma diminuição na produção de saliva e os dentes ficam mais susceptíveis aos ataques ácidos. Geralmente, após os 9 anos, as crianças já têm mais habilidade para escovar sozinhos devendo ser supervisionados quanto à freqüência e durante a última escovação.

A escovação deve fazer um movimento de “bolinha” nas superfícies de fora e de dentro dos dentes e depois de cima para baixo e de baixo para cima, sempre passando pelas gengivas, de dois em dois dentes. Na parte de cima dos dentes de trás fazemos a “vassourinha” com movimentos de vai-e-vem. Na parte de trás dos dentes da frente posicionamos a escova de pé e puxamos para fora. O fio dental também deve ser usado mesmo em dentinhos de leite(que normalmente possuem muito espaço entre eles) porque a escova não conseguira alcançar todos os espaços.

A Siga Odontologia visa o bem estar de todos os que procuram seus serviços, flexibilizando horários, disponibilizando profissionais especialistas em todas as áreas da odontologia e com três unidades de grande porte para melhor atendê-lo.

 

Os dentes ficam mais fracos durante a gestação?

Há um mito que os dentes ficam mais fracos durante a gestação e muitas mulheres se queixam de um aumento considerável das lesões de cárie durante esse período, dentes que se quebram e ficam frágeis, dores de dente, sangramento gengival além de outros problemas. Na verdade, a gravidez não provoca cáries nem deixa os dentes mais fracos, o que ocorre é um aumento do risco de desenvolver cáries em razão de uma mudança comportamental das mamães. A mudança na dieta com alimentos mais açucarados, maior quantidade de carboidratos e com maior freqüência.

Descuidos com a higienização ou dificuldade devido aos enjôos (que às vezes pode ser provocado pelo próprio ato de escovar os dentes ou pelo sabor ou cheiro do creme dental) e a acidez imposta ao meio bucal devido aos vômitos também predispõem mais às doenças bucais. As alterações hormonais podem predispor as gengivas ao sangramento, tornando-as mais sensíveis ao acúmulo de placa bacteriana. Mas tudo isso pode ser controlado se a higienização estiver adequada, com escovação, uso do fio dental, alimentação balanceada e acompanhamento do seu dentista.

A Siga Odontologia visa o bem estar de todos os que procuram seus serviços, flexibilizando horários, disponibilizando profissionais especialistas em todas as áreas da odontologia e com três unidades de grande porte para melhor atendê-lo.

Como tratar o canal do dente?

Consiste em variadas manobras técnicas que visam restabelecer a normalidade dos tecidos pulpares, ou pelo menos manter a estrutura dura em seu alvéolo sem presença de inflamação ou infecção. Por isso, o tratamento de Canal é apenas uma parte deste, em que baseia-se em remover todo o tecido, vivo ou não, da câmara pulpar e do sistema de canais radiculares presente nas raízes selando-os em seguida.

Como tratar o canal do dente?

 

A Siga Odontologia visa o bem estar de todos os que procuram seus serviços, flexibilizando horários, disponibilizando profissionais especialistas em todas as áreas da odontologia e com três unidades de grande porte para melhor atendê-lo: ** Gama Centro – ao lado da rodoviária** Pátio Brasil Shopping – Asa Sul ** Conjunto Nacional – ao lado da rodoviária   

 

 

 

 

 

 

{backbutton}