Como a Covid afeta pode afetar a saúde bucal

Estudos, pesquisas e observação já mostraram que a Covid afeta a saúde bucal e, neste tempo de pandemia, os cuidados com a cavidade oral precisam de atenção redobrada, bem como ocorre com o restante corpo, afinal, a boca é a principal porta de entrada para bactérias e o vírus.

Os efeitos colaterais de quem foi contaminado com o vírus estão sempre em constante observação e análise, pois a doença ainda tem muitos de seus aspectos como um mistério, sendo melhor compreendida ao longo do tempo.

Contudo, um relato que vem sendo constante entre os conhecidos como “curados da Covid-19” é a perda dos dentes.

Mesmo que não existam evidências claras de comprovação, são muitos os relatos de pessoas que foram contaminadas que tiveram este agravante após o quadro.

Apesar disso, atualmente, os cientistas e profissionais de saúde como os dentistas entendem que a Covid pode agravar quadros pré-existentes ou em que há predisposição, não sendo, sozinha, a causadora de danos à saúde bucal.

Ou seja, são problemas já existentes que podem piorar com o coronavírus. No entanto, ainda nesses casos, a situação é bastante alarmante. 

Isso porque, para se ter uma ideia, estudos estimam que ao menos 47% dos adultos com mais de 30 anos possuem alguma doença periodontal, ou seja, estão sujeitos ao agravamento do quadro de problemas de saúde bucal. 

Isso significa que desde o acompanhamento com um odonto empresarial, até os cuidados diários corretos e demais cautelas referentes à pandemia, é crucial manter bons hábitos e a frequência dos tratamentos que já estão em andamento – bem como para prevenir que outros surjam.

Outras formas de interferência

A relação entre a saúde bucal e a Covid-19 não se dá apenas em relação às consequências após a doença.

Isso porque os problemas periodontais, como citado acima, também podem proliferar substâncias infecciosas para o restante do organismo, podendo afetar até o sistema cardiorrespiratório, o que pode agravar o quadro de uma pessoa contaminada pelo novo coronavírus. Isso porque a principal área afetada pelo vírus é o pulmão.

Mais ainda, inflamações gengivais preexistentes também podem impactar na manifestação/infecção das formas mais graves da doença.

Todo cuidado é necessário

As recomendações mais destacadas para evitar a contaminação pelo Sars-Cov- 2 é manter o distanciamento social, passar álcool em gel nas mãos e utilizar máscaras toda vez que for necessário sair de casa. 

Em relação à higiene das mãos, é importante ressaltar que esse hábito é crucial para conter a disseminação do vírus, visto que essa parte do corpo é uma das que está em mais contato com o meio externo, podendo levar partículas do vírus para as mucosas, como a região dos olhos, nariz e boca.

Além disso, os cuidados com a cavidade bucal também são extremamente necessários, principalmente no que se trata da higienização, já que é uma das principais vias de contágio e um agravante para a forma mais grave da doença, conforme mencionado anteriormente.

Portanto, principalmente durante este tempo de pandemia, é preciso manter a escovação dos dentes ao final de cada refeição com bastante cautela e atenção.

A rotina de bochecho, com ao menos 20 ml de enxaguante bucal por cerca de 30 segundos depois das escovações, também precisa ser mantida para evitar a proliferação de bactérias e conter o próprio vírus que pode estar na região.

Também é necessário realizar a troca correta das escovas, evitando que bactérias retornem ou entrem em  contato com a cavidade oral.

Já em relação às consultas, mesmo em meio à pandemia é primordial que as visitas de avaliação sejam mantidas.

Assim, todas as pessoas devem ir ao dentista a cada seis meses para que o profissional avalie a saúde bucal e realize os processos de profilaxia e tratamentos necessários, como a limpeza do tártaro e aplicação do flúor para o fortalecimento do esmalte dentário.

Para isso, os devidos cuidados para a prevenção e proteção tanto do paciente quanto dos profissionais devem ser tomados, como realizar a higienização dos ambientes, utilizar a máscara nas áreas de circulação (removendo apenas no atendimento) e aumentar o espaçamento entre as consultas.

Importância do acompanhamento profissional e do plano

Como mesmo durante a pandemia as consultas precisam ser feitas com frequência, o que pode demandar uma maior atenção orçamentária, o paciente pode optar por ter um plano odontológico para facilitar o acesso e reduzir o valor despendido para os tratamentos, principalmente aqueles que demandam atenção prolongada.

Assim, pode-se ter acesso aos procedimentos odontológicos básicos, até mesmo os mais complexos, conforme o plano escolhido ou oferecido.

Por exemplo, no caso dos funcionários de uma empresa, é possível que o benefício de plano dental coletivo empresarial seja oferecido para cuidar da saúde bucal dos colaboradores e trazer diversos benefícios para ambos, principalmente nesse momento.

A Agência Nacional de Saúde (ANS) regula que alguns procedimentos básicos sejam cobertos pelas operadoras de convênio odontológico, como:

  • Procedimentos de limpeza;
  • Remoção de tártaro;
  • Aplicação de flúor;
  • Curativos, suturas e colagem de fragmentos;
  • Tratamento de cáries e restaurações;
  • Periodontia;
  • Extração de dentes;
  • Radiografia.

Contudo, para além desses procedimentos, as operadoras também podem ofertar pacotes diversos para a escolha do cliente direto ou empresas, visando cobrir diversas necessidades, principalmente na pandemia, visto que alguns cenários podem demandar ajustes.

Assim, para quem é colaborador de alguma empresa, é importante levar em consideração a disponibilidade e uso do plano odontológico empresarial para o devido acompanhamento da saúde bucal durante a pandemia.

Inclusive, nesses casos, não só o funcionário pode utilizar os serviços odontológicos e cuidar da sua saúde bucal, como também há também planos que disponibilizam a adesão de familiares como beneficiários e dependentes, como pais, cônjuge e filhos, representando um cuidado crucial.

Inclusive, com a adesão ao convênio, ou mesmo em uma clínica de confiança, existe a vantagem de poder ser atendido em situações emergenciais com agilidade.

Além disso, no caso das operadoras de convenio odontológico empresarial ou individual, é obrigatória a cobertura de custos das operações independentemente do tempo de carência, principalmente em uma intervenção cirúrgica urgente. 

Se você busca uma clínica de implante dental, conte com a Siga Odontologia. Aqui, você cuida da saúde bucal com profissionais de odontologia altamente capacitados e pode optar pelos tratamentos mais avançados disponíveis no mercado.

Agende agora mesmo sua avaliação gratuita.

Conteúdo originalmente desenvolvido pela equipe da Networkflow, especializada em materiais para network, empreendedorismo e dicas para a saúde e qualidade de vida.